Lei Popular 02/2009

From Arquivo Imperial
Jump to: navigation, search

LEI POPULAR n. 02/2009 - Que regulamenta a profissão de jornalista

Sancionada pelo Premier Giuseppe de Juscelino Kubitschek em 13/03/2009.

Artigo 1º - Fica regulamentada através da presente Lei o exercício do jornalismo no Sacro Império de Reunião.

Parágrafo-único: É considerado jornalista todo aquele responsável pela edição e participação em jornais, panfletos, periódicos e publicações diversas.

Artigo 2º - Todo reunião poderá editar, publicar e distribuir jornais ou publicações diversas na lista pública do Império - CHANDON -, nas lista capitaniais, distritais e burgais, bem como listas particulares e quaisquer outras destinadas para tal.

Parágrafo único: Será ainda permitida a distribuição de periódicos estrangeiros, desde que seja feita comunicação prévia ao Ministério da Comunicação.

Artigo 3º - É facultado e altamente recomendado ao jornalista o registro de seu periódico.

Artigo 4º - Fica o Ministério da Comunicação obrigado a divulgar, no prazo máximo de 30 dias a contar da publicação desta lei, a criação e divulgação de um banco de dados com todos os jornais e publicações correntes do Império, independente da solicitação do registro por parte do jornalista.

Artigo 5º - O jornalista responderá pelos crimes de calúnia e difamação realizados em seu veículo de comunicação, bem como concederá direito de resposta, sempre que for solicitado e devidamente justificado pelo citado.

Artigo 6º - É resguardado o direito a liberdade de expressão, desde que observado o Artigo 5º e a Sagrada Constituição Imperial, bem como o sigilo da fonte, não podendo o jornalista ou repórter a serviço do jornal, ser responsabilizado por informação veiculada, se verídica.

Artigo 7º - Esta lei entra em vigor na data da sua publicação.