OGE/I 29-08-2006

From Arquivo Imperial
Jump to: navigation, search

SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO

PALÁCIO IMPERIAL DE ST. DENIS

PODER MODERADOR

GABINETE DE S.S.M.I.

O IMPERADOR CLÁUDIO PRIMEIRO

ORDENAÇÃO GLORIOSA EXTRAORDINÁRIA c/c INTERVENTIVA

Neste vigésimo-nono dia do mês de AGOSTO do ano de dois mil e seis da Graça e Glória de Nosso Senhor, a público vem o monarca do Sacro Império de Reunião, manifestar Sua vontade nos seguintes termos, utilizando-Se das atribuições a Ele concedidas pela Sagrada Constituição Imperial de 1997 em seu Título V, Artigo 1o., Inciso Um:

SUSTAR, ANULANDO:

- Todos os Banimentos realizados pela “Operação Clava Forte”, da Quaex, retornando todos os cidadãos (súditos) então punidos ao status quo-ante, sendo, todavia, os que permanecerem em Reunião, agraciados com ELEVAÇÃO, em um GRAU, de seu Título de Nobreza, a título de compensação pelos efetivos transtornos que ocorreram, assim como reparação pelos danos materiais e morais sofridos com a arbitrária ação de tal Agência do Poder Moderador.

EXPEDIR ACTO DE RETRATAÇÃO E PEDIDO DE DESCULPAS FORMAL:

- Representado pela Presente OGIE, devidamente publicada em todos os meios de comunicação utilizados pelo Poder Moderador ordiariamente, perante todos aqueles que sofreram os acima citados BANIMENTOS, ora cancelados, sustados e anulados em definitivo, ordenando este Poder Moderador que sejam retirados dos prontuários dos cidadãos que sofreram a arbitrariedade qualquer referência à punição sofrida, que, assim, têm todos os seus efeitos apagados do histórico de cada súdito.

- Face especialmente aos súditos DANILO MARQUES, LUCIANO TRINDADE,LAUCIMAR DA CUNHA e JORGE ADAMATTI, rogando a tais cidadãos que aceitem o sincero pedido de desculpas do Poder Moderador pela ação arbitrária de seus prepostos da Quaex, sendo intenção da Coroa Imperial reatar os laços próximos que sempre teve com tais cidadãos, deixando absolutamente claro que as ações da Quaex foram independentes, e, infelizmente, excederam o razoável. Da mesma forma, dentre os cidadãos acima citados, sem carácter cumulativo, terão TODOS seu título de nobreza elevado em UM GRAU como reparação aos danos sofridos.

CUMPRA-SE.

PUBLIQUE-SE. EFFECTIVO IMMEDIACTAMENTE.

Mandamos, portanto, a todas as autoridades a quem o conhecimento e execução da referida Ordem pertencer, que a cumpram e façam cumprir e guardar tão inteiramente como nela se contém. Faça-se imprimir, publicar e correr. [[O Sua Sacra Majestade Imperial,

Cláudio Primeiro, pela Graça de Deus e Acclamação dos Povos,

Sagrado Imperador de Reunião, Rei de Maurício,

Grão Duque de Le Port, Fournaise, Conservatória e Stráussia,

Defensor Perpétuo da Fé,