OGE 22-11-12

From Arquivo Imperial
Jump to: navigation, search

SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO

PODER MODERADOR

GABINETE DE SUA MAJESTADE O IMPERADOR REGENTE

ORDENAÇÃO GLORIOSA ORDINÁRIA

Ao vigésimo segundo dia do mês de novembro do duomilésimo décimo segundo anno da Graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, décimo quinto da aclamação unânime e assumpção de Sua Majestade o nosso Sagrado Imperador gloriosamente reinante pela Graça de Deus, de quem somos lugar-tenente, na festa de Santo Ananias de Arbela, de Santo Apfias, de São Benigno de Milão, bispo, de São Bernardino de Siena, bispo, de Santo Estêvão de Antioquia, de São Filêmon, de São Leonardo Kimura e Companheiros, de São Marcos de Antioquia, de São Mauro de Roma, de São Miguel de Tver, de São Pedro Esquerda Ramirez de Teocaltitlan, de São Pragmácio de Autun, de São Rogério, de São Salviniano de Mênat, de Santa Apia de Colosas, de Santa Cecília de Roma, de Santa Magnancia, de Santa Mederasma, do Beato Baldii Oghlou Ohannes, do Beato Bertrão Francisco de Campos, do Beato Cristóvão Robinson de Woodside, do Beato David Oghlou David, do Beato Dimbalac Orghlou David, do Beato Elias Julián de Torrija del Campo, do Beato Francisco Ingleby de York, do Beato João Bretton de York, do Beato Khodianin Oghlou Kadir, do Beato Kouradii Oghlou Tzeroum, do Beato Salvador Lillo, do Beato Tomás Régio de Triora, do Beato Toros Oughlou, da Beata Tigridia de Oña, todos muito bem-aventurados servos do Senhor, em observância às directrizes previstas pela Sagrada Constituição Imperial em seu Título V,

CONSIDERANDO que faz-se necessário, como medida premente de activação das regiões imperiais, o retorno da regência itinerante, cujo precedente existe nos moldes da outrora muito bem-sucedida regência itinerante exercida pelo à época Grão-Duque de Chuberry,

Manda o Imperador Regente no Sagrado nome de Sua Sacra Majestade Imperial:

DECLARAR que o Gabinete de Regência tornar-se-á itinerante, com sua transferência para o Palácio de Hansard, doravante denominado Imperial Palácio de Hansard, sede da Coroa Real mauritana.

DECLARAR que, em conjunto com o Gabinete de Regência, deverão tornar-se itinerantes os gabinetes, em acompanhamento ao da Regência em destinação: - do Secretário de Estado-Chefe do Gabinete do Lorde Protector; - do Comandante-em-Chefe da Casa Imperial Militar e do Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas Imperiais; - do Capitão-Mor da Guarda Imperial; - os membros do Conselho Privado da Coroa; - os Conselheiros Extraordinários; -

DECLARAR que, como medida immediacta de activação regional, deverão se inscrever na lista regional do Districto Executivo de Beatriz: - Os qualícatos; - O Premier do Império; - Todos os ministros de Estado.

DECLARAR que, como medida immediacta de activação regional, deverão se inscrever na lista do Districto Real de Saint-Denis: - Os Conselheiros Imperiais e o Presidente do Egrégio Conselho Imperial de Estado; - Todos os directores dos órgãos cuja sede encontre-se em Saint-Denis.

DECLARAR que o Lorde Protector do Império deverá optar entre a manutenção da política de indicações do Lorde-Mayor, que governa em seu nome o Districto Real de Saint Denis, ou assumir pessoalmente a governação do Districto, faculdade que lhe é imposta pela Sagrada Constituição Imperial.

DECLARAR que os Desembargadores e Juízes Imperiais deverão, como medida immediacta de activação regional, se inscrever na lista da Capitania de Stráussia.

DECLARAR que o Coronel-General das Armas Independentes Imperiais deverá transferir seu Gabinete para o Distrito de São Herculano, em Porto Claro, bem como o comando das divisões de engenharia militar.

DECLARAR que todos os chefes de repartição pública deverão inscrever-se nas listas regionais concernentes ao local de moradia.

DECLARAR que todos os Conselheiros Imperiais e todos os Qualícatos deverão, salvo já exerçam a função, assumir o governo de alguma subunidade administrativa de Capitania, Vice-Reino, Reino, Districto ou distrito da República Aristocrática de Porto Claro Ocidental no prazo de 15 (quinze) dias, excetuando-se aqueles que exercem regência ou administração local de Capitania, Vice-Reino, Reino, Districto ou da República Aristocrática supramencionada, sob pena de imediacta destituição do cargo. TODOS aqueles que estiverem impossibilitados de serem nomeados por falta de contacto com o governante local serão nomeados por Ordenação Gloriosa.

CUMPRA-SE. PUBLIQUE-SE. TORNE-SE EFFECTIVO IMEDIATAMENTE.

Mandamos, portanto, a todas as autoridades a quem o conhecimento e execução da referida Ordem pertencer, que cumpram-na, e façam cumprir e guardar tão inteiramente como nela se contêm.

Dado e passado no Salão do Trono do Defensor da Fé, Gabinete Contíguo A, Palácio Imperial de Saint Denis, ao vigésimo segundo dia do mês de novembro do duomilésimo décimo segundo anno da Graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, décimo quinto do Império.


O IMPERADOR REGENTE D. LUCAS, Duque de São Petrônio, Conde de Baqueiro, etc., etc., etc.