OGI 21-09-2012

From Arquivo Imperial
Jump to: navigation, search
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
PODER MODERADOR
GABINETE DA REGÊNCIA

ORDENAÇÃO GLORIOSA INTERVENTIVA


Ao vigésimo primeiro dia do mês de septembro do duomilésimo décimo segundo anno da Graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, décimo quinto da aclamação unânime e assumpção de Sua Majestade o nosso Sagrado Imperador gloriosamente reinante pela Graça de Deus, de quem somos lugar-tenente, na festa solene de São Matheus, apóstolo e evangelista, e muitos outros santos, beatos e bem-aventurados servos do Senhor, em observância às directrizes previstas pela Sagrada Constituição Imperial em seu Título V, manda o Imperador Regente no Sagrado nome de Sua Sacra Majestade Imperial:


CONCEDER ao Conselheiro Imperial D. Gustavo Otto dos Habsburgos, Barão de Câmara Cascudo, licença para manter-se no Egrégio Conselho Imperial de Estado sem pertencer a qualquer partido político, em razão da inadequação de aspecto político-ideológico do seu antigo partido aos seus propósitos, exigindo, todavia, o juramento de que filiar-se-á a um partido tão logo encontre um que se assemelhe.


CUMPRA-SE. PUBLIQUE-SE. TORNE-SE EFFECTIVO IMMEDIACTAMENTE.

Mandamos, portanto, a todas as autoridades a quem o conhecimento e execução da referida Ordem pertencer, que cumpram-na, e façam cumprir e guardar tão inteiramente como nela se contém.

Dado e passado no Gabinete de Sua Majestade o Imperador Regente, Palácio Imperial de Saint Denis, ao vigésimo primeiro dia do mês de septembro do duomilésimo décimo segundo anno da Graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, décimo quinto do Império.


O IMPERADOR REGENTE D. LUCAS, Marquês de São Petrônio


“Amaste a justiça e odiaste a iniqüidade; por isso Deus, o teu Deus, te ungiu Com óleo de alegria mais do que a teus companheiros.” Hebreus 1:9

“Que também, como uma verdadeira figura, agora vos salva, o batismo, não do despojamento da imundícia da carne, mas da indagação de uma boa consciência para com Deus, pela ressurreição de Jesus Cristo.” 1 Pedro 3:21

“O Senhor, porém, pague a cada um a sua justiça e a sua lealdade, pois o Senhor te entregou hoje na minha mão, mas eu não quis estender a mão contra o ungido do Senhor”. 1 Samuel 26:23