OGN (V) 03-03-2015

From Arquivo Imperial
Jump to: navigation, search

SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO

PALÁCIO IMPERIAL DE ST. DENIS

PODER MODERADOR

GABINETE DE S.S.M.I.

O IMPERADOR CLÁUDIO PRIMEIRO


ORDENACÇÃO GLORIOSA NOBILIARQUICA


Neste terceiro dia do mês de março do do ano de dois mil e Dez da Graça e Glória de Nosso Senhor, a público vem o monarcha do Sacro Império de Reunião, manifestar Sua vontade nos seguintes termos, utilizando-Se das attribuições a Ele concedidas pela Sagrada Constituição Imperial de 1997 em seu Título V, Artigo 1o., Inciso Um:


CONSIDERANDO:

- O retorno `a plena normalidade do Sacro Império de Reunião e o retorno de tantos e tantos importantes súbditos `a actividade;

- Que, além de exemplo para todos, a nobreza de Reunião é também considerada especial e importante pela raridade de seus títulos, e pela maneira como são, por meritocracia concedidos;

- Que, ao mesmo tempo que é preciso dar importância aos velhos súditos, que muito realizaram pela nação, é vital que os novos tenham perspectivas de crescimento;

- Que, ao mesmo tempo em que se deve dar máxima importância aos velhos súditos que nos deixaram, e agora retornam, é importante valorizar os outros, antigos, que aqui permaneceram durante todo este tempo;

- Que é impossível deixar o panorama nobiliárquico como se encontra, pois ele não reflete: a) a importância histórica de cada um em toda a história de Reunião nem b) a atual importância de cada um nem c) uma combinação de ambos os fatores;

- Por fim, que é preciso fazer com que mesmo os antigos súditos, durante esta Grande Revolução pela qual passamos, tenham algo a que almejar, algo porque lutar, e espaço para uma vez mais se sobressaírem, sem que seja sua esquecida sua história, mas de forma a que sua história possa continuar a ser escrita.


DECIDIMOS:


- Primeiramente, acatar o requerimento de D. Carlos Fraga, concedendo-lhe seu título de acordo com a Lei Aristocrática 0001-2004, inscrevendo-o como Duque de Vital Brazil, estando todavia sob os efeitos da presente Ordenação Gloriosa.


REBAIXAR:

a) Todos os Grão-Duques e Duques em 2 (dois) graus na escala nobiliárquica;

b) Todos os marqueses em 1 (um) grau na escala nobiliárquica;

c) Todos os condes e viscondes em 1 (um grau na escala nobiliárquica), exceto o Visconde de Areia Branca, que acaba de ter seu título elevado.


NOTIFICAR:

1) QUE TODO NOBRE QUE DEIXAR DE ASSINAR DOCUMENTOS E MENSAGENS DE CHANDON COM SEU TÍTULO DE NOBREZA COM CERTA FREQUÊNCIA, TERÁ SEU TÍTULO REBAIXADO. Para fins desta OGN, define-se “certa freqüência” como pelo menos uma em cada meia dúzia de mensagens.

2) QUE TODO NOBRE QUE SE UTILIZAR DE VOCABULÁRIO CHULO PARA QUALIFICAR OUTRO SÚDITO DO SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO NA LISTA CHANDON será rebaixado, IMEDIATAMENTE, em 1 (um) grau. O uso de PALAVRAS CHULAS como interjeições ou sem referir-se a outro súdito do Sacro Império de Reunião não é encorajado porém não será caso de utilização da presente disposição.

3) QUE TODO NOBRE QUE SE MANTIVER INACTIVO, sem estar de LICENÇA, será rebaixado mensalmente, até atingir o grau de Barão.


Outorgamos esta medida na esperança de que a mesma contribua para o sistema meritocrático do Sacro Império de Reunião dando a todos, inclusive aos veteranos, algo por que almejar, por que lutar e por que combater.


Esta medida é tomada por todos e para todos, tendo o bem de Reunião como único objectivo.


CUMPRA-SE. PUBLIQUE-SE. EFFECTIVO IMMEDIACTAMENTE.

Mandamos, portanto, a todas as autoridades a quem o conhecimento e execucção da referida Ordem pertencer, que a cumpram e façam cumprir e guardar tão inteiramente como nela se contém. Faça-se imprimir, publicar e correr.


No verdadeiro micronacionalismo,


Sua Sacra Majestade Imperial,

D. Cláudio Primeiro – O Piedoso, pela Graça de Deus e Acclamação dos Povos,

Sagrado Imperador de Reunião, Rei de Maurício, Rei dos Açores,

Grão Duque de Le Port, Fournaise, Conservatória e Stráussia,

Defensor Fidei,

Chefe da Casa Imperial de De Castro-Bourbon