OGO-E 09-08-2012

From Arquivo Imperial
Jump to: navigation, search
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO
PODER MODERADOR
PALÁCIO IMPERIAL DE ST. DENIS
GABINETE DE S.A.I.&R
O IMPERADOR REGENTE, D. RODRIGO DE CASTRO-BOURBON

ORDENAÇÃO GLORIOSA ORDINÁRIA C/C EXTRAORDINÁRIA

Com fulcro nas prescrições vaticinadas pelo Título V da Sagrada Constituição Imperial de 1998, e considerando a desconfortável sucessão de impedimentos de ordem pessoal que o tem impedido de assumir condignamente a Regência do Império, decide e manda o Imperador Regente no Sagrado nome de Sua Sacra Majestade Imperial:


SUSTAR momentaneamente a Regência do Marquês D. Lucas de São Petrônio, reassumindo o Cetro Imperial o Príncipe do Grão-Índico;

DECRETAR com coração partido e profundo sentimento de pesar, LUTO OFICIAL por 30 (trinta) dias, pela passagem de Sua Alteza Imperial Dona Dirraus Emma de Castro-Bourbon, Duquesa de Lelis, Princesa Imperial de Reunião, Mauritius, Mariana e dos Açores;

DETERMINAR que as Forças Armadas Imperiais hasteiem a bandeira Imperial em meio mastro em todos os nosso territórios, além e aquém mar, com salvas de canhão a cada 6 (seis) horas por todo o período de vigência deste doloroso luto;

AGRADECER em nome da Família Imperial as manifestações de carinho e apoio que já começam a chegar às portas do Palácio Imperial de St. Denis nesta hora difícil em que atravessamos, rogando a todos os súbditos que façam uma prece em memória da Princesa e que guardem Sua alegria de viver como exemplo e marca indelével em nossos corações;

RESTITUIR a Regência às mãos de nosso mui leal e amigo Dom Lucas de São Petrônio, conferindo-lhe mais uma vez todas as credenciais e prerrogativas inerentes ao cargo, sem necessidade de novo juramento constitucional.


CUMPRA-SE. PUBLIQUE-SE. EFFECTIVO IMMEDIACTAMENTE.

Mandamos, portanto, a todas as autoridades a quem o conhecimento e execução da referida Ordem pertencer, que a cumpram e façam cumprir e guardar tão inteiramente como nela se contém.

Dado e passado no Palácio Imperial de St. Denis, junto à coroa de Cláudio Primeiro, no 9º dia do mês de agosto do ano de dois mil e doze da glória de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.


Grão-Duque D. Rodrigo de Castro-Bourbon Imperador Regente