OGO 09-07-12-II

From Arquivo Imperial
Jump to: navigation, search
Sacro Império de Reunião

Poder Moderador

Gabinete da Regência

ORDENAÇÃO GLORIOSA ORDINÁRIA

Ao sexto dia do mês de julho do duomilésimo décimo segundo ano da Graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, na festa de Santa Madre Paulina do Coração Agonizante de Jesus, com fulcro nas faculdades, responsabilidades e determinações que se lhe impõem e agraciam o Título V da Sagrada Constituição Imperial,

Compreendendo que disponibiliza-se o súbdito D. Flávio Miranda, Duque de Nunes Henrique, a prover governo ao Districto Real de Saint-Denis, pelo que louvamos a disponibilidade e manifestamos nossa confiança no referido súbdito de fazer retomar a actividade na capital do Império

Manda o Imperador Regente no Sagrado nome de Sua Sacra Majestade Imperial:


  • NOMEAR o súbdito D. Flávio Miranda, Duque de Nunes Henrique, para a função de Lorde-Mayor do Districto Real de Saint Denis, conferindo-lhe em acto contínuo todas as credenciais e prerrogativas inerentes à honorabilíssima função que assume, após a prestação de juramento constitucional.
  • ORIENTAR o Duque de Nunes Henrique e todos os demais Capitães-Donatários em comissão, mais o Príncipe-Regente dos Açores e o Governador do Districto Executivo de Beatriz que espera-se uma actividade mínima regional de 100 (cem) mensagens/mês ou 50 (cinquenta) mensagens por quinzena.


CUMPRA-SE. PUBLIQUE-SE. TORNE-SE EFFECTIVO IMMEDIACTAMENTE.

Mandamos, portanto, a todas as autoridades a quem o conhecimento e execução da referida Ordem pertencer, que cumpram-na, e façam cumprir e guardar tão inteiramente como nela se contém.


Dado e passado no Palácio Imperial de Saint Denis, no Gabinete da Regência, ao sexto dia do mês de julho do duomilésimo décimo segundo ano da Graça de Nosso Senhor Jesus Cristo.


O IMPERADOR REGENTE D. LUCAS, Marquês de São Petrônio


“Amaste a justiça e odiaste a iniqüidade; por isso Deus, o teu Deus, te ungiu Com óleo de alegria mais do que a teus companheiros.” Hebreus 1:9

“Que também, como uma verdadeira figura, agora vos salva, o batismo, não do despojamento da imundícia da carne, mas da indagação de uma boa consciência para com Deus, pela ressurreição de Jesus Cristo.” 1 Pedro 3:21

“O Senhor, porém, pague a cada um a sua justiça e a sua lealdade, pois o Senhor te entregou hoje na minha mão, mas eu não quis estender a mão contra o ungido do Senhor”. 1 Samuel 26:23