Pronunciamento do Premier Barão de Murta-Ribeiro diante de sua eleição

From Arquivo Imperial
Jump to: navigation, search
SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO

GOVERNO IMPERIAL

GABINETE DO PREMIER DO IMPÉRIO


MENSAGEM À NAÇÃO REUNIÃ


Distrito Executivo de Beatriz, 7 de junho de 2015.

VOSSA SACRA MAJESTADE IMPERIAL,

EXCELENTÍSSIMOS SENHORES QUALÍCATOS DO POVO,

GRANDE NAÇÃO REUNIÃ,

A Gloriosa Revolução capitaneada por Sua Majestade desde fevereiro deste ano já produziu inúmeros resultados: o retorno de uma gama de súditos de Sua Majestade, o reflorescimento de instituições tradicionais e essenciais ao reunion way of life, a efervescência do embate político e o fortalecimento dos partidos que amparam nossa atividade desde 1997.

São todos estes grandes feitos que só podem ser produzidos sob o guarda-chuva de um grande monarca, mas urge que nós mesmos, a sociedade reuniã, tome parte do processo de majestade do Estado reunião. A despeito da inquestionável fidelidade que todos nós temos a Sua Majestade, é imperioso nós mesmos avocarmos as rédeas de tudo que nos cabe.

A Assembleia Popular de Qualícatos vive hoje uma nova realidade. Dotados de fortíssimos poderes e responsabilidades imensas, cabe agora aos Qualícatos do povo a gestão de todo poder político-partidário em Reunião. E isso promove reflexos diretos sobre o Governo Imperial de Sua Majestade. Sob um modelo de referências anglicanas, somos hoje uma Administração cujo poder advém da Assembleia, e por essa razão, nossa prestação de contas - nossa accountability - é para com os Qualícatos em absoluto.

Não existe mais Governo de Sua Majestade sem os parlamentares do Palácio dos Democráticos. Enorme é nossa responsabilidade para os próximos meses. Trabalharemos e nos debruçaremos sob a sombra deste fardo tão glorioso.

Esta administração está sedimentada em uma coligação dos partidos de direita e centro-direita, e neste sentido adotará todas as providências ao seu alcance para que o seu eleitorado seja respondido conforme as urnas. Nossos movimentos serão, antes de tudo, de fortalecimento e sedimentação das Tradições reuniãs.

A Aliança Reedificadora Nacional - ARENA, partido que nos conduz ao Governo Imperial, tem como suas bases a idéia de que nem toda prática social reiterada é Tradição. A tradição, conforme a filosofia, é aquilo que subjetivamente analisado, se caracteriza como elemento essencial a sociedade e portanto, intrínseco a ela.

Se de um lado somos inequivocamente a Direita reuniã, do outro não somos propriamente conservadores. Não é próprio do tradicionalismo, e não será próprio deste Governo, a irrestrita resistência a mudanças, desde que razoáveis, cautelosas, e principalmente, não violadoras de nossas tradições.

Em sentido convergente a isso, temos o grande desafio de assumir todos os assuntos de governança deste Império. Hoje dispersos em dezenas de autoridades, descentralizados e por vezes desorganizados, os assuntos relativos a administração pública são próprios do Governo Imperial, e se de um lado é nossa prerrogativa os reivindicar, de outro é nosso dever inconteste.

Que Deus nos auxilie nestes meses que se afloram adiante e nos permita conduzir o melhor para o Império.

No verdadeiro micronacionalismo,

Amirante BARÃO DE MURTA-RIBEIRO

Premier do Império, et. al